DOR NA COLUNA E PILATES

DOR NA COLUNA E PILATES

DOR NA COLUNA E PILATES

 O MÉTODO PILATES é baseado em princípios próprios de exercícios de alongamento e fortalecimento, podendo ser usados como tratamento para dores na coluna, pois previne e trata dores musculares e articulares.

As dores crônicas da coluna vertebral devem ser tratadas como um problema de saúde pública(SILVA;FASSA;VALLE, 2004).  Segundo dados da OMS (Organização Mundial de Saúde)  70-80% da população mundial já sofreu ou sofre com algum tipo de dor na coluna.

A dor é um problema que demanda cuidados imediatos, e a melhor estratégia para se eliminar é tratar a causa do problema e não apenas os efeitos dele como a dor e as possíveis limitações funcionais causadas por ela. (HEREDITIA;RODRIGUES, 2008).

Um dos fatores causadores  de dor na coluna vertebral são os problemas posturais que podem gerar  diversos transtornos como  desconfortos relativamente leves até lesões  mais graves , como doenças osteoarticulares como osteófitos, artroses e degenerações. (PACCINI;CYRINO;GLANER, 2007).

E no método pilates o aluno é conscientizado o tempo todo da sua postura, respiração e concentração durante todos os exercícios da aula.

Benefícios do pilates para quem sente dor na coluna

Vários acessórios são usados durante as aulas de pilates para facilitar e otimizar o fortalecimento, o alongamento, a melhora de flexibilidade e alivio das dores, por relaxamento de musculaturas tensas e encurtadas. Os exercícios podem ser realizados no solo ou nos aparelhos próprios do método, enfatizando os comandos desenvolvidos por Joseph Pilates, o criador  desta técnica, como respiração correta para cada exercício, contração e ativação da musculatura que forma o CORE( músculos abdominais, períneo e glúteos) que protegem a coluna.

Os exercícios melhoram a circulação, favorecem o relaxamento e alívio das dores através do movimento, melhorando a lubrificação articular, reduzindo a rigidez, melhorando a força, equilíbrio, resistência e flexibilidade reduzindo assim a dor.

 Por trabalhar de forma global, com baixo impacto e os exercícios serem muito direcionados para as necessidades individuais de cada pessoa, se coloca como uma técnica excelente para o combate a dor na coluna e outras patologias, mais o pilates não é apenas para quem tem algum problema de saúde ele se revela um ótimo aliado à prevenção de problemas  como dor na coluna, articulações, problemas musculares, além de promover qualidade de vida aos seus praticantes.

O método pilates é um tratamento conservador.

Almeida e Jabur (2006) relatam que é necessário exercitar-se quando se sofre de dor crônica.

Qualquer pessoa pode praticar o método pilates?

A indicação para tratamento  através do pilates só deve ocorrer após avaliação criteriosa do paciente, uma boa anamnese onde se recolhe os primeiros dados, uma boa avaliação física e postural, utilizar várias escalas para avaliar a  dor, flexibilidade, testes, reflexos entre outros , para saber se ele é eletivo para este tratamento, pois como qualquer outra atividade física ou de reabilitação também existem contra-indicações totais ou parciais, sendo que em sua maioria as contra-indicações são parciais evitando-se apenas alguns exercícios para determinados pacientes e monitorando os sinais vitais dele adequadamente durante a prática dos exercícios.

Tudo isso para oferecer uma terapia eficiente ao combate à dor na coluna.

A prescrição de exercícios de pilates irá respeitar a as limitações do paciente e os objetivos terapêuticos traçados pelo fisioterapeuta para aliviar a dor de coluna através do método pilates.

A freqüência e a duração do tratamento será de acordo com as restrições que o paciente apresenta. Porém em média para se obter resultados significativos, os exercícios são realizados de duas a três vezes na semana com duração de quarenta minutos a uma hora.

A maioria dos pacientes obtém resultados excelentes em 12 semanas.

Diversos estudos comprovam a eficiência do método pilates na redução da dor na coluna, aumento da força e flexibilidade muscular. Para oferecer um tratamento mais efetivo e eficaz, é importante o fisioterapeuta registrar e mensurar os resultados obtidos com cada paciente, para dar o feedback a ele e estimulá-lo a ter disciplina e foco durante o tratamento.

Vamos cuidar da saúde da sua coluna? Uma coluna saudável é uma coluna em movimento, se você tem medo de se movimentar  e praticar alguma atividade pois possui hérnia de disco, “bico de papagaio”, artrose, procure ajuda para mudar esta realidade. É possível ter uma vida ativa mesmo com problemas na coluna.

Referências

ALMEIDA, T. T.; JABUR, M. N. Mitos e verdades sobre flexibilidade: reflexões sobre o treinamento de flexibilidade na saúde dos seres humanos. Revista motricidade, n. 3, p. 337-344, 2006.

SILVA, Marcelo Cozzensa da; FASSA, Ana claudia Gastal and VALLE, Neiva Cristina Jorge. Dor lombar … 2004, vol.20, n.2, pp.377-385.

HEREDIA, E. P.; RODRIGUES, F. O Tratamento de Pacientes com Fibrose Epidural pela Reeducação Postural Global – RPG. Revista Brasileira de Neurologia, v. 44, n. 3, p. 19-26, 2008.

O’SULLIVAN, P. B. Lumbar segmental `instability’: clinical presentation and specific stabilizing exercise management. Manual Therapy, v. 5, n. 1, p. 2-12, 2000. PACCINI, M. K.; CYRINO, E. S.;

GLANER, M. F. Efeito de exercícios contra-resistência na postura de mulheres. Revista de educação física, n. 18, p. 169-175, 2007. Acesse aqui nossa home.

Deixe uma resposta

Fechar Menu