Benefícios do exercício físico

Benefícios do exercício físico

Benefícios do exercício físico

O exercício físico é essencial para um estilo de vida saudável. Além de benefícios físicos há também os benefícios psicológicos. A prática regular de exercício físico além de melhorar o condicionamento físico, reduz o risco de algumas doenças, promove saúde e bem estar, prolongando a vida. Nos últimos anos o número de pessoas praticando atividade física regularmente aumentou, apesar disso em 17/05/17 o valor.globo veiculou a seguinte matéria: Clique AQUI

São inúmeros os benefícios do exercício físico para a vida humana, possui efeitos benéficos para o sistema nervoso, circulatório, cardiopulmonar, musculoesquelético, estimulando também o metabolismo através do sistema endócrino.

Diversos estudos comprovam que a prática regular de exercícios reduz os riscos de algumas doenças como doenças cardíacas, doenças crônicas e doenças auto-imunes.

Para os que possuem algum problema de saúde, quando por recomendações médicas realizam atividades físicas regularmente, se beneficiam da melhora capacidade respiratória, melhora o estado dos ossos, lubrificação das articulações, ganho de força e flexibilidade muscular, reduzindo dores e melhorando a qualidade de vida.

Pessoas que sofrem de ansiedade e depressão também podem se beneficiar muito dos resultados promovidos pelos exercícios físicos regulares. Pois os exercícios melhoram o sono, a disposição, melhora a autoestima e reduz dores.

Geralmente maiores benefícios da prática regular de exercício físico é sentida dois meses após seu início.

Caminhar, correr, pedalar, nadar, praticar hidroginástica, Pilates, musculação, praticar algum esporte, são alguns exemplos de exercícios que podemos inserir no cotidiano para atingir o nível recomendado de exercício físico que é de pelo menos 30 minutos de exercício físico de atividade moderada, três ou mais vezes por semana.

Pessoas que sofrem de ansiedade e depressão também podem se beneficiar muito dos resultados promovidos pelos exercícios físicos regulares. Pois os exercícios melhoram o sono, a disposição, melhora a autoestima e reduz dores.

Malefícios da falta de prática de exercício físico regularmente.

A falta de exercícios pode auxiliar e intensificar os seguintes problemas de saúde; hipertensão, diabetes, obesidade, hipercolesterolemia, cardiopatias, problemas circulatórios, osteoporose entre outros.

 Em 2018, o Folha de São Paulo publicou que a falta de atividade física prejudica 47% da população do Brasil.

Veja abaixo:

5.set.2018 às 13h03

SÃO PAULO

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta que as taxas mundiais de inatividade física continuam elevadas —27% das pessoas não fazem exercícios. Enquanto isso, na América Latina e no Brasil, o sedentarismo cresce.

A pesquisa levou em conta dados de quase 2 milhões de pessoas de 168 países. A OMS classifica como atividade física insuficiente os casos em que a pessoa dedica menos de 150 minutos semanais aos exercícios de intensidade moderada ou menos de 75 minutos aos intensos.

A meta da OMS é que até 2025 a taxa de sedentarismo diminua 10%.

Homem faz exercícios junto a professor de educação física

Homem faz exercícios junto a professor de educação física – Raquel Cunha/Folhapress

Desde 2002, a taxas de inatividade no Brasil cresceu mais de 15%. As informações mais recentes, de 2016, usadas na pesquisa mostram que 47% dos brasileiros não se exercitam o suficiente.

Tendências similares de crescimento de inatividade foram documentadas na Alemanha, Bulgária, Filipinas e Singapura.

O estudo da OMS, publicado nesta terça (4) na revista The Lancet Global Health, mostra que a América Latina e Caribe é a região com maior prevalência de inatividade física, 39%. A taxa global aponta que pouco mais de um quarto das pessoas tem atividade física insuficiente, número próximo ao de 2001.

Uma das possíveis explicações para o mau desempenho da América Latina na análise é a baixa qualidade ou a falta de dados referentes à prática de exercícios. Bolívia, Haiti e Peru –países com mais de 10 milhões de habitantes— não tinham informações sobre o assunto.

Países de alta renda do ocidente e da região Ásia-Pacífico, do centro e leste europeus são as outras áreas que apresentam as altas taxas de inatividade física.

A pesquisa estima que mais de 1,4 bilhão de adultos corra risco de desenvolver ou agravar doenças por causa da falta de exercícios físicos.

Segundo a OMS, é necessário mais empenho para que as taxas de sedentarismo sejam reduzidas. Para isso, a agência da ONU diz que os países devem implementar políticas para encorajar formas não motorizadas de transporte, como caminhada e ciclismo, além de buscar a promoção de atividade recreativas e esportes durante o tempo livre das pessoas.

Para isso, seriam necessários, segundo o documento, a oferta de infraestrutura de caminha e ciclismo, além da criação de oportunidades para prática de esportes ao ar livre.

A variação da qualidade e disponibilidade de dados está entre as principais limitações do estudo da OMS. Além disso, o estudo é baseado em relatos dos participantes, o que pode impactar na precisão das informações obtidas. O Dr.Frederico Porto em seu site e também em seu canal no YouTube fala um pouco sobre a importância da prática regular de atividade física para a saúde e qualidade de vida. Para assistir o vídeo Clique AQUI

Benefícios da prática de exercício físico regular

Então agora que já sabemos os benefícios da prática de exercício físico regular, e os malefícios de não realizá-la. Se você se encontra sedentário, comece aos poucos inserindo atividades leves na sua rotina, se possui algum problema de saúde procure orientação médica. Mais não deixe de começar hoje a mudança em sua vida em sua saúde. Comece agora e logo será um hábito praticar atividade física todos os dias e logo perceberá as mudanças em sua vida. Acesse nossa HOME

Bibliografia

Este post tem um comentário

  1. Obg pelas dicas doutora está de parabéns

Deixe uma resposta

Fechar Menu